Queremos ser bem humanos

Amanha tem Café com Abraço! Ao invés de ir para cama e guardar as energias, eu estou aqui, com mil pensamentos na minha cabeça! Imaginando vocês, mulheres seguidoras do Café, trocando várias idéias, expondo suas incríveis opiniões – adoro!

Essa nossa troca de experências dentro do Café com Abraço é muito energizante! É um espaço sagrado que se abriu para nós, mulheres brasileiras, expatriadas, mães, meninas, casadas, gays, solteiras, mulheres de todas as cores e sabores! Antes do Café; onde poderíamos ir e sermos ouvidas? Exato! Lugar nenhum! A menos que você fosse ‘entitulada’: ‘palestrante’, ‘super fodona’, ‘hot shot’, você nao tinha uma oportunidade de ser ouvida com empatia!

Por isso que não somente eu mas muitas e muitas de nós ficamos tão na espera do ‘próximo Café´. Do próximo tema! Do próximo encontro! Porque afinal, estamos todas no mesmo barco. Essa nossa tribo vai longe! Respeitamos, amamos e agradecemos umas as outras.

Por falar em tribo…tive hoje uma conversa interessante com uns estudantes de Stanford, da área de Biologia. Meu filho de 6 anos esta fazendo um Summer Camp muito incrível: Food and Farm Camp @Full Circle Farm. Fica em Sunnyvale; é uma fazendinha que ensina a criançada como plantar, cuidar de horta, experimentar vegetais, comer saudavelmente, respeitar a terra e os animaizinhos.

Quando fui deixar meu filho na fazendinha eu juro pra vocês que eu queria trocar de lugar com o Mateus! Ele vinha pra casa lavar louça e eu ficaria na boa, lá no camp! Só de entrar naquele ambiente, ao ar livre, com hortas, pomares, plantas diversas, flores, milharal, tudo misturado às vozes das criancas, risos e seus olhares curiosos, me deu vontade de chorar. Uma saudade do Brasil, da minha família, do cheiro do sítio, da normalidade e despretenção da vida que um dia eu toquei.

Também me trouxe muita alegria e até ri sozinha! Tipo:

Muito bem Adriana, continuas rebelde rs! Em meio a meca digital você (eu não a minha amiga querida Ana Luiza!) encontra a terra, as minhocas, o pé de alface! Seu filho não está no Lego Camp, nem no Robotics, mas sim no ‘Farm Camp‘ aprendento primeiro o básico: ser humano.

Mateus e Tom – primeiro dia de camp 🙂 Vale do Silicio, CA

E foi conversando com os jovens ‘counselors´do ‘camp’ que eu constatei que não estou sozinha na rebeldia.  Quando elogiei o projeto dizendo que na minha opinião, é o que não somente as crianças, mas também os adolescentes e eu rs nós, os adultos, realmente precisamos desesperadamente, aqui no Vale – ele respondeu:

-Exato! Eu estou tão feliz por ter conseguido esse estágio aqui! Muitos de meus amigos de Stanford estao dentro de escritórios e eu aqui nessa paz, em contato com a natureza. Consegui fugir do Vale dentro do Vale! ‘Enough of Hackathons and whatever! I am a human I need this!’ (Chega de Hackathons! Eu sou humano eu preciso disso!):

Então, amanhã estarei recebendo as mulheres maravilhosas do Café com Abraço, aqui no meu jardinzinho, porque somos humanas e precisamos disso tudo junto e misturado: da grama, das flores, da paz de uma casa amiga, de um porto seguro. Um lugar para você chegar, se desarmar, puxar uma cadeira, tomar um cafezinho e dizer:

-Oh amiga, tá difícil viu?! As vezes me sinto tão sozinha por aqui…

E ouvir:

-Oh amiga, eu sei…

Abraço …

Adri xxx

ps.: E depois disso vamos rolar de rir, porque somos povo bom, bem-humorado acima de tudo!

Próximos Cafés:

Café com Arte – TBD

Café Care – Esse Café vai te trazer informações sobre assuntos referentes ao bem-estar. Saúde mental está na nossa pauta. Temos um grupo de psicólogas, Brasileiras, feras que estão encabeçando esse projeto lindo! Psicóloga Lead: Luciane de Mello, LCSW – Psychoanalytic Psychtherapist

Café Dança!Cida Vieira retorna a California em Setembro 2017. Se você perdeu o nosso primeiro Café Dança, nem ouse pensar em não vir nesse. Experiência imperdível!

Café Avante! Career Coaching Series com Rebeca Gelencser e um time de profissionais extremamente competentes e dedicados a vocês! Outubro, na DocuSign em SF – data TBD

 

One thought on “Queremos ser bem humanos

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *