Ao lado de uma grande mulher, sempre ha uma grande mulher!

Nao ha como no Dia Internacional da Mulher, nao lembrarmos da mulher mais corajosa e influencial de nossas vidas: nossa mae! Energica ou nao, louca ou sa rs, amorosa ou rispida, presentes ou nao…nos estamos profundamente conectadas.

Muitas de nos, as filhas, sabem o que a mae passou para nos trazer a esse mundo, para nos ajudar a crescer como mulheres fortes, inteligentes e guerreiras. Para termos, acima de tudo amor proprio e para sabermos que, nao precisamos de homem algum para sobrevivermos. Ser solteira, ser mae solteira, nao ser mae, casar, ter filhos…podemos escolher e podemos dar cabo de nossas escolhas. Afinal, somos mulheres, ‘o sexo fragil, que nao foge a luta’!

Minha mae nos criou (somos 3 mulheres!) assim:

-Quando tiverem 18 anos, eu vou checar a bolsa de voces e eu quero achar 3 coisas: uma cartelinha de anticoncepcional, camisinha e um talao de cheques com o SEU nome nele. Eu nao quero saber se voces querem casar ou nao, querem ter filhos ou nao; isso e problema de voces, mas, voces terao seus diplomas universitarios e suas proprias contas bancarias.

Valeu Dona Irene! Mensagem forte, comica rs e realista. Isso  foi uma meta nas nossas vidas; meta desafiadora e tambem libertadora! Minhas irmas e eu nao tinhamos que estressar em encontrar o ‘principe encantado’ rs porque a prioridade era: o diploma! 😉

Eu me formei em Letras, minha irma Aline em Nutricao, e Ariene em Engenharia. Minha mae, pedagoga pos-graduata e aposentada, lidera sozinha, uma empresa de mudancas, na Grande Sao Paulo.

Outra licao forte de vida que ela nos da: Aos seus 45 anos de idade, meu pai faleceu, de um dia para o outro. Meus pais nunca brigavam, nunca levantavam a voz um com o outro. Eram apaixonados, aquele casal que ‘foi feito um para o outro’. Pensavamos todas nos que minha mae iria, na epoca, fechar a empresa. Quando, poucos dias apos o enterro de meu pai ela anuncia:

-Seu pai nao me deixou os peixes…mas me deixou as varas para que eu pudesse pescar. A Mudancas Lopes continuara comigo, eu tenho a responsabilidade dessas familias que dependem de mim. Eu vou continuar.

Dona Irene sempre foi ‘porreta’ rs mas tinha uma coisa que nao encarava nem a pau: dirigir. Nunca dirigiu. E foi quando meu pai faleceu que ela conseguiu o impossivel: superar sua amoxofobia e tirar carta de motorista aos seus 50 anos.

Quando meu terceiro filho nasceu, ela veio passar duas semanas comigo em NY. Um dia estavamos no BJ’s (eh um Costco da vida rs) e meu carrinho estava abarrotado, pois fiz aquela compra que gravida de 9 meses faz rs?! Trocentas coisas para o freezer, mil coisas para a ‘pantry/dispensa’, mil saquinhos de algodao, 100 pacotes de fraldas de todos os tamanhos rs, lencinhos humidecidos, etc! Na hora de pagar, minha mae, tira um bolo de dinheiro (sim, cash) da bolsa e eu lutando para que ela nao inventasse de pagar, quando ela diz assim:

-Adriana, esse dinheiro e meu, eu trabalho para mim, eu nao devo satisfacao nenhuma a homem algum, muito pelo contrario, minha filha, eles e que me devem satisfacoes!

Well, essa e a minha mae rs, essa e a mulher em que eu me espelho todos os dias da minha vida. Eu nao preciso de nenhum outro modelo ou qualquer livro de ‘self-help’ rs, tudo o que eu preciso e olhar para a historia dessa mulher de 1,43cm de altura e lembrar-me:

Eu venho de uma grande mulher!

Irene e Adriana (1972)

Irene e Adriana (1972)

E voce? Qual a grande mulher que esta ou esteve ao seu lado? Uma mae, uma avo, uma tia, uma amiga de sempre?

Convido-te a celebra-la hoje e todos os outros dias! Que tal uma ligacao, um whatsapp, uma mensagem, um abraco!?

E aqui deixo o meu abraco apertado a todas voces mulheres guerreiras, que dancam com a vida e nunca desistem de voces mesmas, que sejam FELIZES! Com ou sem parceiro/a, com ou sem filhos, com ou sem diplomas!

Voce pode, voce deve, voce precisa!

Ser…feliz!

Adri xxx

One thought on “Ao lado de uma grande mulher, sempre ha uma grande mulher!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *